terça-feira, 6 de outubro de 2015

[Resenha - Quadrinhos] Vampiro Americano

Ficha Técnica:

Título: Vampiro Americano - Segundo Ciclo - Parte I (5 edições)
Autores: Scott Snyder e Rafael Albuquerque
Editora: Panini Comics
Ano: 2015
Páginas: 132

Sinopse:

O ano é 1965. Já faz dez anos desde que os vampiros americanos mantiveram contato pela última vez. Dez anos desde que Skinner Sweet e Pearl Jones forjaram uma improvável aliança e partiram, supostamente para o bem.

Durante esse tempo, os Estados Unidos mudaram profundamente com uma série de eventos: a corrida espacial, a contracultura e uma guerra mortífera a meio mundo de distância. Pearl transformou a fazenda de sua família no Kansas em um lar para almas perdidas em fuga de predadores - humanos e vampiros. E Skinner tornou-se um tipo diferente de predador, atacando traficantes e contrabandistas nas rodovias da fronteura com o México.

Mas algo antigo está chegando para acabar com esse novo mundo.

eles o chama de O Negociador. Mil anos atrás, a Primeira Infecção criou uma raça de monstros em constante evolução, mutação e expansão, uma cadeia da qual Skinner e Pearl são os últimos elos - e essa terrível entidade tem um segredo.

Seus seguidores são uma legião. seu poder é inimaginável. E aonde ele vai, o inferno vai logo atrás...

--------------------------------------------------------------------------------------

A leitura desse quadrinho (do qual eu tenho a leve impressão de já ter ouvido falar, diga-se de passagem), foi inesperada para mim. Comecei e terminei hoje mesmo e por essa razão, nem houve postagem sobre ele no Instagram e no Facebook do blog. Aliás acabo de perceber que nunca resenhei um quadrinho na vida, apesar de já ter lido alguns. Mas vamos lá, tudo sempre tem a sua primeira vez...

Então, alguns esclarecimentos antes de falar sobre esse quadrinho. Acho legal dizer que existe uma série anterior, chamada "Vampiro Americano", que eu não li ainda. Essa série foi criada em 2010 pelo roteirista Scott Snyder, juntamente com o ilustrador (que eu não sabia que era brasileiro, apesar do nome) Rafael Albuquerque e teve uma mãozinha também do Stephen King (sim, aquele dos livros que já conhecemos). Quem quiser conhecer um poquinho mais, tem um hotsite da Panini Comics que explica tudinho sobre a história.

Como eu só posso falar do que li, vamos às minhas impressões de Vampiro Americano - Segundo Ciclo - Parte I.

Primeiro: dá para ler esse quadrinho sem ter lido o outro. Claro que tem algumas coisas na história que você fica querendo saber, pois o Skinner e a Pearl foram personagens da série passada. Então eu fiquei morrendo de curiosidade para saber como eles se transformaram, o que eles eram antes da transformação, porque ela acolhe vampiros refugiados (isso não é spoiler, está na sinopse do quadrinho), em fim, tudo o que diz respeito aos dois. Tem até uma cena do quadrinho que dá a entender que eles tiveram algum envolvimento (se romântico ou puramente sexual, não deu pra saber).

Mas tirando essa sensação de "queria ter lido a série anterior", eu amei cada pedaço da história! Sabe aqueles vampiros que brilham e que estão lutando para proteger o seu amor e tal? Aqui não tem nada disso! O negócio é sangrento! Ao meu ver tudo gira em torno de sobreviver num mundo onde os diferentes são caçados.

E aí nós temos a Pearl, que mostra ser uma personagem super corajosa, mas que por dentro sofre com coisas que aconteceram em seu passado e que até os dias atuais atormentam sua alma. Veja bem, ela é uma vampira. Imagina como é ficar anos e anos sofrendo, afinal, ela não é mais novinha...

E o Skinner, bem, eu conheci pouco dele. Ele aparece na história, fazendo realmente o que a sinopse diz, mas acredito que na próxima parte ele deva ter um papel mais relevante (principalmente depois que... ah, tem que ler, não vou contar não!). Mas já gostei dele! Afinal o cara escapa de uma situação inusitada (tudo bem que nem ele sabe como, mas e daí - hehehehe).

Também ainda não deu pra conhecer bem O Negociador (mas dá pra perceber que ele é um aproveitador dos bons, que usa os sentimentos mais profundos da pessoa contra ela - ou seja, é um vilão maneiro!) e os outros personagens que fazem parte da história. Mas a ação que tem logo nessa primeira parte é de tirar o fôlego! Com certeza recomendo a leitura e quero os próximos e os anteriores!

Agora deixando um pouco de lado a história e falando sobre a apresentação do quadrinho... Gostei de tudo! Da capa, da diagramação... Também achei legal as capas que estão entre o início e o fim das edições (como disse ali em cima, são cinco edições dentro desse volume).

Quanto à passagem mais legal do quadrinho, bem, vou colocar a foto aqui embaixo. Não vai ter spoiler, então podem ver sem medo!!

Eu amei essa fala do Calvin no quadrinho!! Perfeita!!
Então é isso. Recomendo a leitura e creio que quem gosta de histórias de vampiros de verdade acho que vai se amarrar. Fica a sugestão para as pessoas que tomam  mês de Outubro como o Mês do Horror! Acho uma ótima pedida, viu!!

Um abraço pessoas e até mais!! 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário