quarta-feira, 23 de setembro de 2015

[Resenha] Horas Noturnas

Ficha Técnica:
ISBN: 978-85-67826-04-2
Título: Horas Noturnas
Autora: Bianca Carvalho
Editora: Editora EraEclipse
Ano: 2015
Páginas: 200
Categoria: Literatura Nacional / Ficção Brasileira / Romance / Mistério / Épico

Sinopse:


Inglaterra, 1863

Uma bela e delicada mulher com inteligência aguçada para investigação...
Um charmoso caçador de assassinos tornando-se lenda por eliminá-los com requintes de crueldade...
Um assassino que deixa charadas, com sede de sangue e um gosto peculiar por Edgar Allan Poe...

Um romance arrebatador e sensual entre um homem misterioso e uma mulher à frente do seu tempo; um suspense gótico e cheio de tensão do começo ao fim.

--------------------------------------------------------------------------------------

Antes de qualquer coisa: eu achei que tinha descoberto o assassino, mas não!!! Que final foi esse desse livro?? A-D-O-R-E-I!

Nesta história maravilhosa que saiu da cabeça da querida Bianca Carvalho, vamos conhecer a "muito à frente do seu tempo" Maryanne Lestrange. Ela tem dezenove anos, é linda, frágil e delicada e, enquanto todas as suas amigas pensam em se casar com bons partidos e formar família, seja num casamento por amor ou num casamento arranjado - que é o que acontece na grande maioria das vezes - ela apenas quer ser livre e trabalhar no que mais gosta, ou seja, com investigações de cenas de crime, auxiliando o seu pai na resolução dos casos mais sinistros e macabros. Maryanne preza muito sua liberdade, é teimosa e curiosa e isso faz com que ela seja uma mulher especial.

"Joseph conhecia o pequeno demônio que tinha em casa. A face angelical, os cabelos castanhos delicados, o rosto de porcelana, os olhos verdes e a compleição pequena e frágil, apenas enganavam qualquer um que se aproximasse. Poderiam pensar que ela era inocente, tola e influenciável como a maioria das jovens que conheciam, mas ele podia jurar que nenhum homem estava realmente preparado para o furacão que era Maryanne Lestrange."
(Pág: 28)

Também vamos conhecer o ex-inspetor de polícia Joseph Lestrange. Joseph é um pai maravilhoso para Maryanne, que prometeu à filha que nunca a obrigaria a um casamento forçado, fugindo do estereótipo dos pais das meninas da época. Ele nunca se perdoou pela morte de sua esposa Berenice, que fora encontrada morta nos braços da filha em circunstâncias estranhas e cujo algoz nunca foi encontrado pela polícia. Desde este dia fatídico o mesmo deixou a polícia, mas ainda é chamado para ajudar em situações que a esta não consegue dar conta sozinha. E para resolver esses casos, ele conta com sua parceira, nada mais nada menos que sua filha, que possui grandes habilidades investigativas.

"Assim que ouviu o chamado, Joseph sorriu de forma um pouco desanimada. Já não era inspetor de polícia há uns cinco anos, mas as pessoas insistiam em nomeá-lo assim. Ele abandonou a delegacia e se tornou detetive particular; o que foi uma benção e um grande problema ao mesmo tempo. Sua vida se tornara mais calma e passara a ganhar bem mais dinheiro, porém, despertara a paixão pela investigação em Maryanne."
(Pág: 6)

E para coroar essa história cheia de mistério, também vamos conhecer o Caçador. O Caçador é um homem com a alma negra e atormentada, que decidiu fazer justiça com as próprias mãos, eliminando assassinos que nunca seriam colocados atrás das grades pela polícia. Sua identidade nunca fora revelada, mas durante a história podemos ver que ele é um personagem chave. Misterioso e charmoso, ele desperta a curiosidade de Maryanne, que se vê em sua companhia depois de uma das confusões em que ela resolve se meter. Mas dele eu não posso falar muito, vocês vão ter que ler a história para descobrir.

"Não um homem comum. Um homem que usava uma máscara negra, que lhe cobria a cabeça, os olhos e o nariz, quase chegando à altura dos lábios. Não era possível ver muito de seus olhos, mas ela pôde perceber que ele estava olhando para ela. De forma muito profunda e intensa, como se estivesse preso. Ou... algo mais..."
(Pág: 13)

Somado à esses três personagens maravilhosos, ainda temos um assassino misterioso, que está eliminando moças jovens de forma cruel, sempre utilizando o mesmo método e deixando bilhetes nas cenas do crime, sendo que, quando Maryanne encontra um deles no casaco que Joseph leva para casa, a história do livro começa a tomar forma.

E o que dizer dessa história? Surpreendente! O livro não cansa, você fica o tempo todo torcendo por Joseph e Maryanne, para que eles desvendem logo o caso e para que as mortes acabem. Mas a autora sabe dosar as reviravoltas do livro, colocando acontecimentos inusitados que fazem você se perguntar "Como assim??" e aí você fica meio que sem vontade de dormir para chegar logo ao final da história.

Além disso, em termos de diagramação e capa a Editora EraEclipse está de parabéns! Achei linda a idéia de começar as primeiras páginas com folhas negras, pois cai muito bem com a cena inicial que está sendo descrita. Enfim, Horas Noturnas entrou para a minha lista de favoritos, com um enredo sensacional, linguagem fluida e personagens muito bem construídos.

Quer conhecer mais da história? Bem, eu poderia ficar falando aqui e dando grandes spoilers, mas não posso de forma alguma tirar do leitor a experiência de trilhar junto com Maryanne sua jornada! Agora se quiser conhecer mais a autora, só clicar nos links aí embaixo. Ela também tem uma série maravilhosa, a Trilogia das Cartas, que eu já tive o prazer de ler e em breve espero ter a oportunidade de resenhar por aqui!

Sobre a autora:

Facebook: https://www.facebook.com/paginabiancacarvalho?fref=ts

Até a próxima pessoal!!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário