quarta-feira, 16 de setembro de 2015

[Resenha] Fica Comigo - With Me In Seattle 1

Ficha Técnica:
ISBN: 978-85-68056-07-3
Título: Fica Comigo
Título Original: Come With Me
Série: With Me In Seattle (Livro 1)
Autora: Kristen Proby
Editora: Editora Charme
Tradução: Bianca Carvalho
Ano: 2015
Páginas: 464
Categoria: Romance Estrangeiro

Sinopse:

Ser confrontada na praia por um estranho atraente não fazia parte dos planos de Natalie Conner, que apenas queria passar uma manhã tranquila tirando fotos. Mas, afinal, porque ele achou que ela estava tirando fotos dele? Quem é ele? Ela só tem certeza de uma coisa: ele é um gato, extremamente romântico e alimenta a sua alma ferida.

Luke Williams só deseja que o mundo lhe dê um tempo, então, ver outra câmera apontada para seu rosto quase faz com que ele ataque a bela mulher atrás da lente. Quando ele descobre que ela não faz ideia de quem ele seja, fica intrigado e até um pouco atraído. O corpo de Natalie parece ter sido feito para o sexo, sua boca é atrevida, e Luke não consegue enjoar dela, embora ainda não esteja pronto para lhe contar quem verdadeiramente é.

Natalie é uma garota incomum que não lida muito bem com mentiras e segredos. O que acontecerá com esse novo relacionamento quando ela descobrir o que Luke vem tentando esconder?

--------------------------------------------------------------------------------------

     Conheci essa série de livros quando um dia estava passeando pelo serviço Kindle Unlimited, oferecido pela Amazon e encontrei ele lá disponível para alugar. Tinha começado a ler e lembro de ter achado interessante. Quando resolvi saber mais sobre ele, fui informada de que em breve seria lançado no Brasil pela Editora Charme. Lembro de ter parado de ler para esperar a publicação brasileira sair, o que não demorou muito.
     Enfim, depois de um tempinho com ele em mãos, resolvi começar a leitura ainda durante a Bienal e me surpreendi com o ritmo gostoso e envolvente que o livro tem. Consegui ler várias páginas em poucas horas sem me cansar da leitura. Bastante agradável. Além disso, a tradução ficou ótima, senti que o texto estava fluindo bem e a diagramação do livro ficou muito bonita e confortável. Mas vamos ao que interessa de fato, né??
     Aqui vamos conhecer a personagem Natalie Conner, uma fotógrafa muito talentosa. Para ela, a fotografia, que para muitos é um hobbie, é o seu meio de vida. Ela vive com sua melhor amiga Jules Montgomery.
     Em uma manhã ela está tirando fotos na praia quando é surpreendida por um desconhecido aos berros, que exige que ela pare de tirar fotos dele. E mais ainda, quer que ela dê a sua câmera para ele. Natalie fica extremamente irritada, pois o sujeito age como se ela devesse conhecê-lo, apesar de ela não fazer a mínima idéia de quem ele é. E mesmo com toda essa situação, ela não consegue deixar de reparar em o quanto o desconhecido é atraente. Enfim, ela mostra para ele a sua câmera, provando que não há nenhuma foto dele e este, para se desculpar, faz um convite para ela que nega.
     Poucas horas depois, ao passar em uma loja local onde vende seus trabalhos, lá está aquele desconhecido novamente, procurando um presente. O sujeito, o qual ela passa a chamar de "assaltante", principalmente nas conversas que tem com Jules, é Luke Williams. Não posso dizer o que ele faz pois isso seria um mega spoiler e é muito mais gostoso descobrir na leitura do livro o seu segredo e o porque do seu comportamento no início da história. O que importa mesmo é que a partir daí começa a magia que é a história dos dois.
     A Nat é uma personagem que tem alguns complexos, justificáveis na minha opinião pela falta de seus pais e por um incidente que ocorre com a mesma no passado. Por outro lado, Luke também tem seus problemas e é muito bonito ver o desenrolar do relacionamento dos dois.
     Outra coisa que me deixou encantada nesse livro são as demonstrações de carinho. Fiquei emocionada quando em um certo ponto a Nat fala sobre seus pais. Você sente a dor do personagem naquele momento e eu achei isso extremamente incrível!

"- Seja feliz agora. Este momento é sua vida."

"Eu pertenço à minha amada, e minha amada me pertence."

     Também são lindas as demonstrações de Luke e fiquei fascinada por ver um personagem masculino fugindo do estereótipo de "sempre durão".

"Sam balança a cabeça e fecha os olhos, mostrando-se cansada de repente.
- Não posso suportar te ver machucado outra vez.
- Mas você está me machucando, Sam.
Ela engasga como se ele tivesse batido nela.
- O quê?
- Quando machuca a ela, machuca a mim. Pare. Aqui é nossa casa, se você não consegue respeitá-la aqui dentro, está convidada a sair."

     O livro é previsível. Apesar de ter um segredo, a história não gira em torno do mesmo, já que é possível saber o que é antes mesmo de chegar na metade da história. Acredito eu que a autora quis mostrar mesmo como os dois lidam com suas paranóias, como eles se entendem no meio disso tudo e também mostrar a relação de ambos, principalmente dentro do seio familiar. E se esse era o objetivo, tenho que dar nota dez para ela pois o alcançou com maestria. 
     Concluindo, recomendo este livro, apenas com a ressalva de que, apesar de ele ter essa capa super linda e despretensiosa, não se engane! Tem muitas cenas de tirar o folêgo dentro dele! E claro, as cenas são muito bem descritas. Outro ponto para a autora: não achei que as cenas são mirabolantes, como vemos em muitos livros por aí (risos).
     Em uma escala de 0-5, dou nota "5" por todo o conjunto da obra. Capa, história, tradução e diagramação. Em tempo, ainda não procurei saber de quem os outros livros da série tratam, mas no decorrer desse livro tem um mega gancho para a história de um personagem que não posso dizer quem é! Por enquanto, só posso dizer que estou animada para ler o "Um Natal Comigo - With Me In Seattle 1.5" que já está disponível gratuitamente para o Kobo, aquele e-reader da Livraria Cultura.

     Frase que para mim melhor resume o livro e que aparece no decorrer da história: 

"- A felicidade é uma jornada."
   
     Bem é isso, tenho vontade de contar muito mais, mas estou me segurando para não contar nem um spoilerzinho sequer! Até a próxima!!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário